Arquivo da tag: Específico Pessoa

Finalmente Conheci o Específico Pessoa: Ao Vivo!

Estou na Comunidade Ingarikó Paraná, na Serra do Sol. Acabo de abrir o armário de medicamentos e tenho uma grande surpresa. Entre xaropes e antitérmicos, pronto para o uso está lá o Específico Pessoa. Foi a primeira oportunidade de ver pessoalmente o produto que, pelo número de seus admiradores com certeza é eficiente, senão em todos os casos, ao menos em muitos deles.

Resolvi então postar as fotos e fazer este pequeno link com as indicações dos outros posts referentes a este produto fitoterápico. Para quem tiver interesse, recomendo conferir os comentários, pois muita gente dá depoimentos interessantes.

1º post – 26 junho 2008 – Charlatões e Charlatanices. Cadê a Anvisa?
Meu primeiro contato com o Específico Pessoa. Como médico, com certeza eu levei um susto. Neste post tem a bula do produto na íntegra.

2º post – 26 de junho 2008 – Sobre o Específico Pessoa 
Publicado para apresentar o texto sugerido pelo Prof. Lucas Mora que aborda uma pesquisa sobre o Específico Pessoa. Há vários comentários neste post bem interessantes.

3º post – Específico Pessoa. Ame-o ou Odeie-o 
Este post traz o link de pesquisas positivas e nem tanto sobre o Específico Pessoa, e já apresenta até mesmo um “genérico” do Específico Pessoa, o Composto P. Esser.
Nesta altura eu já estava mudando minha opinião!

10 02 (289)   10 02 (290)10 02 (294) 

10 02 (293)

Meio roidinho, velhinho, mas na validade… e pronto para o uso que espero que nunca seja necessário!

Anúncios

Específico Pessoa – Ame-o ou Odeie-o

Em minhas andanças na Amazônia pude conhecer o Específico Pessoa, considerado antídoto eficaz contra acidentes com cobras, aranhas, escorpiões e taturanas. Muitas vezes é a única opção de uso para quem está a kilômetros de distância de um grande centro, onde estará disponível o soro antiofídico – único tratamento que eu, como médico, prescrevo.

Durante o tempo que o blog está no ar, o Específico provocou o maior número de correspondências. Muitos o amam, muitos o odeiam. Coisa de picareta? Panacéia para os desassistidos? A comunidade científica também se encontra dividida. Alguns trabalhos evidenciam que contra alguns venenos, ele não faz efeito algum. Outros demonstram que contra outros venenos ele pode ser muito eficiente.

Para quem gosta do assunto, alguns links interessantes:

http://cienciahoje.uol.com.br/controlPanel/materia/view/2983 – para quem quer ver boas notícias

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0037-86821999000600005 – para quem quer ver quando não funciona

Boa leitura e continuem a escrever. O blog está cheio de posts sobre o Específico. Continuem dando sua opinião.

Para quem não conhece… olha aí o Específico Pessoa:

PICT0158 menor

E já tem genérico…

Especifico Pessoa

Infelizmente (ou felizmente) não consigo acreditar em um produto que se diz funcionar para inflamações, dores, alergias, cólicas, cicatrização e para distúrbios de coagulação, tudo ao mesmo tempo.

OUTROS POSTS sobre o Específico Pessoa:

1º post – 26 junho 2008 – Charlatões e Charlatanices. Cadê a Anvisa?
Meu primeiro contato com o Específico Pessoa. Como médico, com certeza eu levei um susto. Neste post tem a bula do produto na íntegra.

2º post – 26 de junho 2008 – Sobre o Específico Pessoa
Publicado para apresentar o texto sugerido pelo Prof. Lucas Mora que aborda uma pesquisa sobre o Específico Pessoa. Há vários comentários neste post bem interessantes.

4º post – Finalmente conheci o Específico Pessoa: Ao Vivo!
31 de maio de 2010
Aqui finalmente a foto do Específico, que encontrei na Aldeia Paraná, na Serra do Sol.

Sobre o Específico Pessoa

O Professor Lucas Mora destaca que o Específico Pessoa está sendo estudado pelos pesquisadores da Universidade Federal do Rio de Janeiro, conforme o site da FAPERJ informa:

http://www.faperj.br/boletim_interna.phtml?obj_id=2455

Tomara que realmente as pesquisas se mostrem promissoras. Até lá, persiste minha opinião, de que a propaganda é enganosa, por não possuir respaldo científico e postergar a chance de cura do paciente por não ser levado imediatamente para administração do soro antiofídico.

Agradeço a contribuição. Se alguém mais quiser emitir sua opinião, será muito bem vindo!

OUTROS POSTS sobre o Específico Pessoa:

1º post – 26 junho 2008 – Charlatões e Charlatanices. Cadê a Anvisa?
Meu primeiro contato com o Específico Pessoa. Como médico, com certeza eu levei um susto. Neste post tem a bula do produto na íntegra.

3º post – Específico Pessoa. Ame-o ou Odeie-o
Este post traz o link de pesquisas positivas e nem tanto sobre o Específico Pessoa, e já apresenta até mesmo um “genérico” do Específico Pessoa, o Composto P. Esser.
Nesta altura eu já estava mudando minha opinião!

4º post – Finalmente conheci o Específico Pessoa: Ao Vivo!
31 de maio de 2010
Aqui finalmente a foto do Específico, que encontrei na Aldeia Paraná, na Serra do Sol.

Charlatões e charlatonices. Cadê a Anvisa?

É incrível como charlatões de todos os tipos continuam ganhando dinheiro com a ingenuidade das pessoas, mesmo nos dias de hoje, onde a Internet e a televisão trazem informação continuadamente. Uma das boas formas de convencimento é escrever. Algumas pessoas acreditam que, tudo que lêem impresso é de confiança. Há pouco mais de um ano, um amigo, técnico de enfermagem competente, e ótima pessoa, me trouxe a bula do Específico Pessoa. Vinha me mostrar para que eu recomendasse para compra nas aldeias. Fiquei tão “chocado” com o que eu li que resolvi copiar a bula na íntegra, tendo quase comprado o produto para fotografá-lo.

Não contentes em tentar mostrar que o veneno é universal contra todo tipo de cobra, ainda o apregoam como eficaz até para queimaduras e ferimentos, ou seja, uma panacéia universal.

No final das contas, se não fosse trágico seria de dar risada… Com vocês, a bula copiada integralmente, do Específico Pessoa. Anvisa… cadê vocês?

Específico – Pessoa


Nome Registrado

Contra Veneno de Cobra

Tintura Pessoa

Aprovado pelo Departamento Nacional de Saúde Pública do Rio de Janeiro em 5 de janeiro de 1920, sob número 262.

Premiado com Medalha de Prata na Exposição do Centenário de 1922.

APROVADO PELA JUNTA DE HIGIENE DO ESTADO DO CEARÁ

Marca Registrada na Junta Comercial do mesmo Estado e nos de Maranhão e Pará.

Cura infalível de envenenamentos pelas picadas de cobras cascavéis, surucucu, saramanta, jararaca e finalmente de quaisquer animais ou insetos venenosos.

Este poderoso remédio sempre chega a tempo, bastando que a vítima dê sinal de vida.

DOSE E FORMA DE APLICAÇÃO

Uma colherinha em uma colher de sopa d’agua, que se deitará pela boca, repetindo a dose uma hora depois no caso que ainda persistam sintomas de envenenamento, e ainda outra dose, caso seja preciso, porque caso há em que o envenenamento torna-se rebelde. Aos animais uma colher de sopa em xícara d’agua deita pela boca.

DIETA

Será permitido ao doente somente usar leite, fervido e assim cessando os primeiros sintomas de envenenamentos, podendo alimentar-se de outra qualquer coisa, passadas 6 horas.

A cura é certa em 24 horas, seja como for o envenenamento e nos envenenamentos recentes rapidamente.

O doente deve ficar em completo repouso, pouco visitado, não podendo mais de duas pessoas ou seus enfermeiros.

Nos casos rebeldes, isso é, estando o envenenamento já demorado, o doente não pode mais usar de líquidos, pois torna-se paralítica a garganta, porém abre-se a força a boca por meio de um cabo de colher de metal, deita-se o remédio cuja a ação tônica sobre esta parte é bastante para produzir a deglutição que é certa.

Este remédio também aproveita minuto nos casos de moléstias do coração, e a dose será 10 gotas em um copo d’água de flores de laranja, 3 vezes ao dia.

—————————————————————————————–

BÁLSAMO

“O ESPECÍFICO PESSOA” não é somente um poderoso antídoto clínico, esse maravilhoso medicamento é um eficaz bálsamo.

Não é venenoso e pode ser aplicado com o mais feliz sucesso de:

Ferimentos – Queimaduras – Contusões

Nestes três casos tão comuns, lava-se com água fria a parte afetada, que em seguida é banhada com remédio três vezes ao dia.

Desinfetam-se as feridas com água finicada e continua-se o tratamento empregando-se o remédio com óleo, por exemplo, de amêndoas.

Quando as compressas ficam aderidas a parte afetada, molha-se esta com próprio medicamento o que faz desligados.

Outros links de posts sobre o Especifico Pessoa:

2º post – 26 de junho 2008 – Sobre o Específico Pessoa

Publicado para apresentar o texto sugerido pelo Prof. Lucas Mora que aborda uma pesquisa sobre o Específico Pessoa. Há vários comentários neste post bem interessantes.

3º post – Específico Pessoa. Ame-o ou Odeie-o
Este post traz o link de pesquisas positivas e nem tanto sobre o Específico Pessoa, e já apresenta até mesmo um “genérico” do Específico Pessoa, o Composto P. Esser.
Nesta altura eu já estava mudando minha opinião!

4º post – Finalmente conheci o Específico Pessoa: Ao Vivo!
31 de maio de 2010
Aqui finalmente a foto do Específico, que encontrei na Aldeia Paraná, na Serra do Sol.