Arquivo da tag: Rio Tapajós

Alter do Chão… Beleza submersa

Em cada dia aqui, uma praia no roteiro, dentre as muitas que se espalham pelas margens do rio Tapajós, por muitos considerado o mais bonito da Amazônia. Infelizmente as chuvas e as cheias deixaram suas águas meio barrentas e encolheram as praias. Aqui na Amazônia é assim… certas épocas algumas praias literalmente somem, escondidas debaixo de metros de água. Visitar a mesma praia duas vezes é surpreendente. Eu estive em Alter do Chão, destino altamente disputado por turistas do mundo todo, em 2006. Na época chegávamos a praia mais famosa caminhando por uma faixa de areia branca. Hoje, para minha surpresa, a areia pouco mais é do que uma ilhota com alguns bares, onde muita gente se espreme em busca de um lugar ao sol e a beira-rio. Cerveja ou suco gelado, poucas ondas e a tranquilidade ideal para passar o dia de molho na água ou, “de bubuia” como se diz por aqui. Para chegar até a areia você aluga um barquinho que faz a travessia em poucos minutos. Para os mais corajosos, os braços e pernas fazem o transporte e ainda garantem o exercício.

alter do chao _praia (2)alter do chao _praia (3)alter do chao _praia (6)

De cima para baixo: 1 – Catraieiros esperando passageiros 2 – Travessia 3 – Povo debaixo das barraquinhas… só cabeças de fora.

Este post é parte das Impressões Integrais 96 – Clique e leia o texto na íntegra.

Anúncios

Impressões de Santarém–primeira parte

Chegamos em Santarém a noite, e o estômago já dá sinais de vida. A solução foi virmos direto a orla, onde encontramos o Massabor, pizzaria que se espalha em um píer por sobre as águas calmas e verdes do rio Tapajós e que também oferece pratos regionais. Como já estamos habituados com pizza, preferimos os sabores locais e vamos de maniçoba com arroz paraense, embalados por uma bela seleção de MPB, o que é uma grata surpresa para quem imaginava só escutar tecnobrega, forró e o onipresente sertanejo.

pier-de-santarem-2_thumb2pier-de-santarem-3_thumb2

Restaurante no Pier e vista noturna de Santarém

Este post é parte das Impressões Integrais 96 – Clique e leia o texto na íntegra.

Alter do Chão

Você já ouviu falar em Alter do Chão? Provavelmente não, mas deveria. Alter é uma daquelas pérolas que o Brasil esconde tanto que seu brilho só é visto pelos estrangeiros, passando por cima das fronteiras nacionais e chegando diretamente na Europa, Japão e Estados Unidos.
ia19boavida
Que tal a vida boa? Me acompanha?
Imagine uma vila repleta de praia de areia bem fina e muito branca, com águas verdes esmeralda contrastando com o azul dos céus, com ondas suaves que permitem que os adultos se divirtam e que as criqanças não corram perigo. E o que é especial… de água doce, pois Alter está a beira do Tapajós, considerado um dos rios mais bonitos de toda a Amazônia. Pois é, me sinto um privilegiado. Isto me faz lembrar que em todo o Brasil temos destes “cantinhos mágicos” que ficam esquecidos. Assim era quando buscava os destinos ocultos para o Carnaval… lembro dos bons tempos que passamos em Prudentópolis, Matilde, São Rafael, Tibagi… sem que a maioria das pessoas saiba mesmo que estes lugares existem.
ia19eupontadepedra
Ponta de Pedra. Nem parece rio.
Bem, mas Alter foi bom demais. Para melhorar ainda mais pudemos degustar o Festival do Charutinho, com peixe fresco e frito na hora, uma festa na praia de Ponta de Pedra, considerada uma das mais bonitas da região. Tudo patrocinada pela Cerpa, a cerveja local. Não que eu goste, mas para os amigos chegados… uma baita pedida. Finalizando um dos dias… por do sol no Tapajós… com direito a barco de pesca “fazendo pose”. Valeu a viagem só por este dia.

ia19pescador