Arquivo da tag: Fraternidade

Que 2011 seja tão incrível que você possa até andar sobre as águas!!!

andando na agua.jpg

ANO NOVO, VIDA NOVA!
Esqueça um pouco o que você quer e pense no que vai deixar para trás. Se você quer alguma coisa tem que abrir espaço para o novo. Como receber algo se sua mão está fechada? Onde colocar a roupa nova se o armário está cheio? Onde colocar os novos sabores, novas canções e novos caminhos se você toma sempre o mesmo sorvete, escuta o mesmo cantor e não desvia da rota traçada?
A mesmice por vezes cansa. Nesta vida temos que ousar um pouco. Plantar para colher. Abrir os braços para abraçar o mundo. Fazer coro com quem é diferente para aprender novas canções.

Xô preconceito, xô idéias velhas, xô mágoas, rancores e carências . Deixe-as de lado para dar lugar as alegrias, amores, confiança e certeza. Lembre que quando você quer você consegue tudo, você consegue até andar sobre as águas!

Quero estar contigo em mais esta jornada. Parece estranho alguém que mora tão longe, que é até meio virtual querer “estar do lado”, mas alguns amigos, tanto os que tenho o privilégio de conhecer pessoalmente, como os que são velhos amigos do peito e do computador, sabem que estou pronto para servir, nem que seja para uma oração, um incentivo, um carinho escrito e um sorriso pensado.

Acredito na força da gentileza que gera gentileza e deixa o mundo mais feliz. Eu quero fazer o mundo mais feliz. A começar por você, que é muito importante para mim. Seja Feliz meu amigo!
Que você tenha um 2011 excepcional, com um lindo caminho pela frente, daqueles repletos de curvas de onde possamos vislumbrar como é bela a estrada da vida.

IMG_8947a

ABRAÇOS NO CORAÇÃO!

Altamiro

 

Grafite na Floresta: Somos todos iguais! Arte de Tiago Tosh

Diferente da “pixação”, o grafite é uma arte que apenas torna mais colorida e viva uma cidade. Recentemente, no Acre pude testemunhar um lindo grafite em Rio Branco.

Partilho com os amigos…

IMG_4553

IMG_4552

As IA foram visitadas pelo autor do graffiti: Tiago Tosh. O cara é bom gente! Visitem o site!

Finalizando o Jamboree…

IMG_8718 Em Itaipu, onde foi realizado o acampamento, conhecemos a Usina, com seu tamanho de gigante, obra do esforço titânico de brasileiros e paraguaios e que mostra a nossa competência e nos faz orgulhosos de sermos brasileiros.

Na festa para o staff (assim é chamado o pessoal que trabalha), animação completa com música ao vivo até a madrugada. Ninguém parou de pular, de dançar, e quando os músicos se cansavam, sempre tinha alguém pronto para cantar um canção ou colocar todos para dançarem. E, só por curiosidade: animação total, mas zero de álcool. Quem disse que só se tem festa animada se tem cerveja?

   IMG_8563  

Encontros como este são também oportunidades de encontrarmos amigos de anos, de décadas e de fazermos os mais novos velhos amigos. Muitos se encontram uma vez a cada um ou dois anos, mas é como se a distância do tempo fosse pouco mais de uma semana. O Escotismo proporciona a magia de fazermos com facilidade única os mais novos velhos amigos.

Um dia de folga, um dia de passeio e uma semana de trabalho. Por que tanto esforço? Vale a pena? A resposta vem quando pergunto para o Sabá, escoteiro de 14 anos que acabou de se despedir de mim no aeroporto, sobre o que gostou mais: “Tudo! Foi a melhor coisa que fiz na vida!” E eu fiz parte disso.

IMG_7785

Boa semana, ou, como dizemos, Sempre Alerta!

Altamiro, escoteiro desde 1980

Festa da Mandioca e Viúvas silenciosas

Cada vez que entro em uma aldeia aprendo mais e me impressiono com os hábitos, por vezes tão distintos dos nossos. Vivemos tão perto mas ao mesmo tempo tão distantes… e esta é somente uma das centenas de etnias do Brasil… somos mesmo uma sociedade muito misturada. Só devemos lembrar sempre que todos tem que ter o seu espaço, pois cabe todo mundo no Brasil, ou, como diz um grande amigo: “olho pro tamanho do planeta e vejo que ele é tão grande, grande demais. Tem lugar para tudo mundo viver sua vida e viver em paz…”

Eu já sabia que as viúvas raspam a cabeça quando seus maridos morrem. Hoje atendi uma que, além de careca estava sussurrando. Aprendi que as mulheres – e na verdade isso também vale para os maridos que enviúvam – devem se manter contidos em tudo durante o período de luto. Isso significa, além de raspar os cabelos, falar somente sussurando, não participar de festas e nem mesmo se pintar até os cabelos voltarem a crescer totalmente, que é quando termina oficialmente o luto.

Esta semana também estava acontecendo a festa da mandioca em Gorotire.Com a minha chegada o “dono da festa” interrompeu a comemoração – mais uma vez eu fico sem ver uma festa – para que todo mundo pudesse ir a consulta e para que ele pudesse pegar mais mandioca. Esta festa é assim: de dia todo mundo de se enfeita e dança, os homens se exibindo para as mulheres e vice-versa. Os homens solteiros só podem dançar com as mulheres casadas, e os casados só com as solteiras.

De noite a festa continua mas sem muita dança, apenas os casais vão dançar a dois e “namorar”. O Bedjara, um dos agentes de saúde indígenas que trabalha comigo estava me ajudando. Aí eu perguntei para ele. “Então se você dançar com uma menina e namorar ela sua esposa não vai ficar brava?” Ele respondeu: “Não pode, porque é tradição.” E eu insisti: “E se ela namorar com outro, você não fica bravo?”. E ele: “Eu fico com ciúme, mas não fico bravo porque é a tradição”. Cada um é cada um, tem muito kubem (branco) que iria adorar uma festa assim…

 

2008 01 GRT (31) Alguns jovens que estavam na porta do posto de saúde, depois da “rebarba” da festa.