do que li… Comer, Rezar, Amar

Li este livro depois da dica do amigo, escoteiro e viajante Estevão, lá do ES.


Asssim…
se você gosta de viajar, esta é uma boa dica de leitura;
se você quer dicas da gastronomia italiana, está é uma boa dica de leitura;
se você está interessado em yoga, ashrans indianos e assuntos esotéricos, esta é uma boa dica de leitura;
mas se você procura simplesmente uma boa história de amor com final feliz, esta também é uma boa dica de leitura.

Não é qualquer um que, desiludido após o final de um casamento, pode tirar um ano para viajar pela Itália comendo, pela Índia meditando e pela Indonésia, reunindo o que sobrou de si e criando um novo Eu.
A autora, escritora de sucesso nos EUA, faz isso sem arrogância e de uma forma natural, pois para ela tudo aconteceu assim. Se ela saiu do fim do poço, na verdade não foi por estar nestes lugares especiais, mas sim por conseguir fazer a maior viagem para dentro de si mesmo.

Mas se tudo isso não te convence, leia o livro pelo simples fato de ser o mesmo que Julia Roberts está dando de presente para todas suas amigas. E isso não é para qualquer um.

Para finalizar posso dizer que comi o livro, rezei para saber o final e amei o que li.

Altamiro

Comer, Rezar, Amar
Elizabeth Gilbert
Ed. Objetivo

Trechos do livro:

“… conheci pessoas que são ótimos viajantes. Verdadeiros talentos naturais. Conheci viajantes que são tão fisicamente resistentes que seriam capazes de beber a água de uma sarjeta de Calcutá em uma caixa de sapatos e não passar mal. Pessoas que absorvem novos idiomas, enquanto o restante de nós só consegue absorver doenças infecciosas. Pessoas que sabem como acalmar um guarda de fronteira ameaçador ou seduzir um burocrata pouco cooperativo na seção de vistos. Pessoas que tem a altura e a compleição certas para parecerem normais em qualquer lugar que estejam – na Turquia, poderiam muito bem ser turcas, no México são subitamente mexicanas, na Espanha podem ser confundidas com bascos e na África do Norte algumas vezes podem passar por árabes.

Não tenho estas qualidades. Em primeiro lugar, não passo desapercebida. Alta, loura e com a pele cor-de-rosa, sou tão camaleoa quanto um flamingo…

Tenho pouco talento (ou melhor, tenho preguiça) para pesquisar um lugar antes de viajar, e minha tendência é simplesmente aparecer e ver o que acontece… Meu precário senso de informação e geografia significa que explorei seis continentes na vida tendo apenas a mais vaga das idéias de onde estava naquele momento. Além da minha bússola interna avariada, também não tenho grandes reservas de sangue-frio, o que pode ser um problema em viagem. Nunca aprendi a dar ao meu rosto aquela expressão de invisibilidade competente tão útil quando se viajar por lugares perigosos e desconhecidos. Vocês sabem – aquela expressão de alguém que está totalmente relaxado, inteiramente no controle da siituação, que faz você parecer estar emc asa em qualquer lugar, em todos os lugares, até mesmo no meio de uma rebelião em Jacarta. Ah, não. Quando não sei o que estou fazendo, tnho cara de quem não sabe o que está fazendo. Quando estou animada, ou nervosa, tenho cada de animada ou nervosa. E quando estou perdida, o que é freqüente, tenho cara de perdida”.

Pág 48-9

“Eu estava com Luca na primeira vez que tentei comer os intestinos de um cordeiro recém-nascido… Meus intestinos de cordeiro estavam razoáveis, contanto que eu não pensasse muito no que eram. Foram servidos em um molho espesso, amanteigado e picante que estava delicioso, mas os intestinos tinham uma consistência… bem… de intestinos. Algo parecido com fígado, mas mais esponjoso. Estava tudo bem até eu começar a pensar em como poderia descrever aquele prato, e pensei. Não parecem intestinos. Na verdade, parecem lombrigas. Então empurrei o prato para o lado e pedi uma salada”.

Pág 68

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s