A noite chega em Joanes

Noite, Não escuto barulho de sapos ou grilos. O vento e as ondas discutem para ver quem canta mais alto. O vento sacode as folhas das árvores, que fazem a segunda voz. O mar, barítono, tem fôlego profundo. Fico quieto. A natureza estimula meus cinco sentidos: o cheiro e o gosto do mar chegam até a mim, trazidos pelo mesmo vento que esfrega minha pele, e que canta em conjunto com as ondas, que refletem em meus olhos, a luz da lua, única testemunha desta noite.

IMG_0216

IMG_0218a

Este post faz parte das Impressões Integrais 90

Uma opinião sobre “A noite chega em Joanes”

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s