Os “causos” de seu Antonio

Pergunto pelo tempo quando nasceu. Gosta de contar e lembra dos detalhes, como quando mudou da Aldeia Pacu porque estava sofrendo de tristeza com a morte da mãe. Foi tentar a vida na fazenda, no garimpo, por onde desse.
Quando pergunto como era Boa Vista, ele responde:
– Não tinha nem bicicleta, doutor! E a água era vendida em grandes tanques. Cada um chegava com sua garrafinha e levava.
Depois conta das danças que não tem mais: parichara, tukui, aleluia… e diz que os jovens só querem dançar igual “civilizado”, usando o antigo termo que designava os “não indígenas”.
Os netos me contam que as histórias de assombração dele deixam até com medo. Já tenho que ir embora, mas resolvo arriscar.
– E canaimé? Tem por aqui? – Canaimé é o “rabudo”, a encarnação do mal para os índios do lavrado.
– Tem muito. Vem lá da Guyana! (estamos a cerca de 200 metros da Guyana, separada do Brasil pelo rio Maú, e segundo a crença local, é de lá que vem a maior parte dos “canaimé”). Mas eu não tenho medo… – bom contador de histórias, fala e faz uma pausa, já esperando minha pergunta.
– Por que não?
– Porque quando eu era novo tive o corpo fechado para os bichos-do-mato. Foi uma maranhense que me ensinou a preparar uma garrafada com cachaça, fumo de rolo e umas outras plantas (que ele até contou, mas não consegui guardar – minha memória não é como a dele). Eu banhei por sete dias e pronto. Nunca tive destes problemas.
Me despeço querendo voltar e gravar um depoimento de seu Antonio, que mostra que sua memória não está apenas no passado.
– Volte a noite que vai ter festa. É aniversário da minha neta!
Vida longa para seu Antonio!

IMG_0140

Este post é parte das Impressões Integrais 89

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s