Caminhando rumo ao Acampamento Base

O topo do Roraima é nosso objetivo. O problema é que no caminho há um paredão, e parece difícil imaginar como subiremos. Atravessamos um rio, passamos por uma igreja de pedras construídas por padres europeus (afinal a fé remove montanhas, mas também as conquista!), outro rio, e voltamos a rotina de subir muito e descer um pouco, sob o escaldante sol equatorial e sem as imaginárias florestas. Estamos na terra do lavrado, onde a mata só existe nas margens dos rios. Para piorar os indígenas Pemon são chamados por alguns de “Queimón”, pois tem o hábito de queimar a vegetação continuadamente para que “cresça mais forte”. Isto poderia ser real quando eram nômades, mas hoje com a fixação, não serve para nada além de esgotar a terra…

IMG_7632 Rio Arenal

IMG_7605 Igreja.. haja fé!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s