Contando histórias dos Waiwai

Os Waiwai são indígenas que habitam a região sul de Roraima, nordeste do Amazonas e oeste do Pará. Aqui são cerca de 600 indígenas espalhados por 8 aldeias que ficam as margens dos rios Anauá, Jatapu, Jatapuzinho e Cobra.

São bem diferentes dos demais povos da região, se destacando pelo porte atlético, pelo bom humor e pela receptividade. Dizem que sempre foi assim. Nos primeiros contatos com os missionários evangélicos houve uma grande aceitação da mensagem cristã e a conversão da totalidade da população. Os Waiwai na verdade não são um único povo, mas um amálgama de diferentes etnias com línguas próximas que se uniram por questões geográficas e culturais. Na aldeia Samaúma, por exemplo, metade da população é Xerew e a outra metade WaiWai. Quando pergunto eles me dizem que “É tudo Waiwai, mas antes era um monte de gente”. No passado algumas outras etnias próximas que viviam na região também se converteram e acabaram sendo incorporados aos Waiwai, assim estão associados os Xerew, Karapayana, Hixkarayana e Katuena. É mais ou menos assim: o filho de Pedro Karapayana e Matilde Karapayana pode se chamar André Waiwai. Não tente entender, é assim. E a incorporação continua, pois há vários indígenas de outras etnias que migram para estas terras férteis a margem de rios bastante piscosos – até porque a entrada de não indígenas é proibida. Encontrei Macuxi, Wapixana, Yekwana e até Xirixana, que são um sub-grupo Yanomami vivendo nas comunidades e completamente socializados.

ia61 (8)

Eu na frente de um tipico malocão Waiwai, na aldeia Soma.

Anúncios

2 opiniões sobre “Contando histórias dos Waiwai”

  1. Oi, é muito legal este conceito de Família Extensa que tem os povos africanos até hoje e também os indígenas. Lá na África quando morre a família de uma criança ela ganha novos pais que podem ser os vizinhos mais próximos. Velhos solitários também tem famílias diversas é só estarem perto. Se uma pessoa viaja para outra região do continente ou do país também não fica só, semrpe vai ter família apadrinhando o sujeito. acho que é por aí. O mundo é uma grande aldeia, ou quem sabe um grande quilombo! apesar da coca-cola a vida resiste no que é mais essencial: em humanidade!!! Bjs!!!

  2. Eu estava Aqui Fazendo Uma Pesquisa para a Escola e Estava Pensando em que Site devo Entrar e Escolhi esse e achei Bem Diferente, Legal, e Fala o Esssensial que um site Deve Ter ! bjos e adorei esse site vou Entrar mais Vezes .

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s