Cartão de Visita original

Primeiros Contatos Indígenas

Sempre fui curioso acerca dos índios. Aquele índio mítico, emplumado e despido povoava meu imaginário como de todo brasileiro que passou pela escola e conheceu José de Alencar.

Consegui encontrá-lo, até certo ponto entre os Kaiapó e mais recentemente, de forma mais genuína, com os Yanomami. Me sinto feliz por conseguir testemunhar a presença de um passado que insiste em resistir em meio a modernidade homogênea do hoje.

Apesar disso, meu primeiro contato interétnico não foi tão genuíno quanto imaginava. Estava em Blumenau, tomando café da manhã em um hotel quando escutei alguém falando com sotaque espanhol. Não lembro bem quem puxou papo, se fui eu ou foi ele, e logo descobri estar conversando com um indígena do Acre. Muito simpático foi logo explicando o sotaque pelo fato de morar na fronteira e me contou que estava voltando de um “giro pela Europa” com a esposa. Ainda não entendia muito sobre a questão indígena, mas descobri que era uma liderança nacional, ainda que sem penas e sem tanga.

Na despedida recebi um cartão de visitas. Nome, foto na Europa com pasta e tudo  e … “índio”. É para quem pode, e não para quem quer…

IMG_5202

Anúncios

Uma opinião sobre “Cartão de Visita original”

  1. Hum, chique né?!
    sabe amigo? por anos a fio neguei minha origem indígena, meu pai dizia que a avó era índia, eu ficava brava, foi preciso crescer, conhecer Darcy Ribeiro (pelos livros), Marvin Harris, José de Alencar, e outros, para exorcizar o medo de parecer com os índios das cartilhas (selvagens que precisavam ser catequizados) e os dos filmes de faroeste (maus que arrancavam o couro cabeludo do homem branco).
    Hoje digo que sou índia, mas uma pontinha de vergonha me vem, quando percebo como são manipulados em prol de um senhor maior, o capitalismo, tais origens.
    Longa história, melhor um post ou um mail para falar sobre isso. Fico por aqui.
    Pode ser que eu esteja errada, mas parece que o veneno vai corroendo cada homem sobre a Terra, quer seja indio, aborígene, amarelo, monge …

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s